Ferramentas especiais: usos, vantagens e segurança

Ferramentas especiais são ferramentas desenvolvidas para uma função específica, seja no ramo automotivo, eletroeletrônico, oficinas, entre outros.

A melhoria da produtividade de uma empresa é um dos objetivos constantes de todos os profissionais envolvidos. Por isso, precisamos garantir todo um ferramental para facilitar o processo, como as ferramentas especiais.

Ferramentas especiais  e ferramentas convencionais: qual a diferença?

O que diferencia as ferramentas especiais das convencionais é justamente o fato de elas atenderem à necessidade do usuário final quando a ferramenta convencional não atende.

As ferramentas especiais podem ter comprimento, formato e medidas diferentes, que fogem do padrão convencional. Isso facilita a operação e ajusta o processo ao que realmente for necessário.

Para que servem as ferramentas especiais?

As ferramentas especiais servem para atender as necessidades quando a ferramenta padrão não atende. Isso traz melhorias ao processo, tais como:

  1. Agiliza o processo, com maior rapidez, sem danificar a ferramenta;

  2. Maior segurança e precisão na montagem ou desmontagem;

  3. Traz soluções seguras;

  4. As ferramentas especiais se adaptam às necessidades reais, não alterando o projeto original.

Vantagens das ferramentas especiais

As ferramentas especiais, além de tornarem a operação mais rápida e precisa, auxiliam nos seguintes pontos:

  •  Aumento do volume de negócios com custos cada vez menores;

  • Facilitação de todo o processo, impactando no trabalho do operador e influenciando, assim, nos custos;

  • Tempo menor, que repercute em custo menor e inexistência de gargalo.

Investir em ferramentas especiais só traz benefícios para qualquer oficina ou linha de montagem:

Ferramentas especiais nas oficinas mecânicas:

Com o uso de ferramentas especiais em oficinas mecânicas, há aumento na qualidade do serviço e maior segurança no resultado, pois evita:

  • Gambiarras e improvisos no processo;

  • Peças soldadas umas nas outras, que danificam a ferramenta e podem provocar acidente.

Por isso, é indispensável que haja nas oficinas mecânicas:

  Jogo de alicates: É uma das ferramentas mais comuns serve principalmente para multiplicar a força aplicada pelo usuário para incidi-la sobre o objeto desejado.

 Jogo completo de ferramentas: Caixa contendo as principais ferramentas para o dia a dia do profissional com ela as ferramentas são mantidas todas juntas e organizadas possibilitando também serem transportadas.

 Saca filtro: É uma ferramenta indicada para a troca do óleo e do filtro dos automóveis facilita a retirada do filtro.

 Saca polia: Indicado para operações de extração de polias, engrenagens, buchas e rolamentos sem danificar as peças originais.

 Chave de velas: Serve para retirar as velas queimadas ou oxidadas do cabo.

 Macaco hidráulico: Ferramenta utilizada para auxiliar na troca pneus de carro.

Ferramentas especiais nas linhas de montagens:

Também é imprescindível a utilização de ferramentas adequadas e específicas para cada operação presente nas linhas de montagem. Quando se tem a ferramenta certa, não há desperdício de tempo, e o resultado almejado é de melhor qualidade.

Segurança no uso de ferramentas especiais

É preciso estar ciente de que ferramentas de qualquer espécie, e em todos os segmentos, podem se fragmentar. Por isso, o EPI (Equipamento de Proteção Individual) é um acessório indispensável, que protege o funcionário de qualquer acidente ou danos à saúde.

É de responsabilidade do usuário o uso de EPI apropriado ao operar máquinas durante o processo de montagem,  nos laboratórios, ambientes ruidosos, entre outros.

RECEBA O NOSSO CATÁLOGO!

Conheça todas as ferramentas Ifla, solicite o catálogo a seguir. Ele será enviado para o seu e-mail.

Soquetes de impacto: o que são e quais os tipos

Soquetes de impacto também são conhecidos como pito ou cachimbo. Eles são utilizados para apertar ou afrouxar porcas ou parafusos.

Para que servem os soquetes de impacto?

Os soquetes de impacto são bastante versáteis, pois contam com uma variedade ampla de acessórios. São utilizados:

 

  1. Em linhas de montagens:

Geralmente, os soquetes de impacto são usados na etapa final do processo e na montagem com máquinas adequadas para aparafusar, principalmente na montagem final de um produto acabado. 

Eles são utilizados, por exemplo, em:

  1. Montadoras sistemistas;
  2. Indústria de eletroeletrônicos;
  3. Máquinas agrícolas;
  4. Indústria moveleira;
  1. Na troca de pneus:

Um exemplo bastante prático de uso de soquetes de impacto é na troca de pneu

Para tanto, se utiliza uma chave de impacto, onde está acoplada um soquete de impacto reforçado, na cor preta, que o diferencia  do convencional. Ele será utilizado de acordo com a medida do parafuso da roda.

  1. Em manutenções diversas:

Em todo tipo de manutenção, são utilizadas ferramentas diversas para montagens e desmontagens. Uma das das ferramentas utilizadas em linhas mais pesadas são os soquetes de impacto.

Com o soquete específico, é possível alcançar qualquer tipo de porca ou parafuso em locais de difícil acesso.

Acima, citamos algumas das utilidades dos soquetes de impacto. Além disso, seu uso abrange vários segmentos que envolvem apertar ou afrouxar porcas e parafusos.

 

Soquetes de impacto: composição e tipos mais utilizados

Os soquetes de impacto são fabricados em aço especial e possuem as paredes reforçadas para suportarem torques mais elevados.

Além da composição do material, sua diferença em relação aos convencionais também está no visual, já que contam com acabamento preto.

Existe uma variação grande de modelos de soquetes. Dentre eles, os mais conhecidos são os sextavados e os estriados. Abaixo, algumas considerações a respeito.

Sextavado              Estriado

 

 

  1. Soquete Sextavado:

Caracterizam-se por terem 6 faces, encaixando-se assim em porcas ou parafusos sextavados. São soquetes de impacto indicados para apertos finais, onde exige-se maior torque.

  1. Soquete Estriado:

Os soquetes estriados possuem o dobro de pontos em relação ao sextavado (12 pontos) e não suportam o mesmo torque.

Tanto o soquete sextavado quanto o estriado encontram-se nos comprimentos padrão, curto ou longo

  1. Soquete Imantado:  

  Imã fixo                     Imã na lateral                    Imã retrátil

                                        

Os soquetes imantados servem para fixar as porcas ou parafusos, facilitando a montagem em locais de difícil acesso, pois é esta a finalidade do imã. 

Em relação ao ímã, ele pode ser de 3 tipos:

  • Imã fixo: o imã é fixo, permitindo segurar a porca ou parafuso mesmo de cabeça para baixo. Ele é recomendável em áreas de difícil acesso.
  • Imã na lateral: permite a fixação mesmo com o imã na lateral. Tem furo com passagem livre para o parafuso.
  • Imã retrátil: à medida que se aperta a porca, o imã provido de mola se retrai para permitir a passagem do parafuso.

 

Soquetes de impacto de encaixes quadrados

 Antes de fazer a compra do seu soquete de impacto, certifique-se dos encaixes que variam de acordo com as medidas abaixo:

  1.   ¼  (6,35mm): medida menor: suporta menos torque e é utilizada em várias aplicações;
  2.   3/8  (9,5mm): medida menor: suporta menos torque e é utilizada em várias aplicações;
  3.   ½   (12,7mm): é a mais utilizada, pois está nas mais diversas linhas de montagens, como ônibus, duas rodas, linha automotiva etc.;
  4.   ¾  (19,1mm): utilizada em mecânica mais pesada, como em caminhões e borracharias;
  5.   1”  (25,4mm): também utilizada em linhas de aperto mais pesadas, com porcas e parafusos mais robustos;
  6.     1”1/2 (38,10mm): linha bastante pesada como petróleo, gás e mineração;
  7.   2”1/2 (63,5mm): linha bastante pesada . Acima citadas.

 

Como fazer a escolha correta da ferramenta?

É preciso ter o cuidado na escolha correta dos soquetes de impacto, pois eles devem estar de acordo com a porca ou parafuso. Existem alguns pontos que precisam ser considerados nessa escolha:

  • Não pode haver folgas;
  • Porca ou parafuso sextavada em soquete sextavado;
  • Porca ou parafuso estriado em soquete estriado;
  • Porca ou parafuso milimétrico em soquete milimétrico;
  • Atentar sempre para o torque da parafusadeira, obedecendo as normas e respeitando o limite de torque especificado.

Esses cuidados evitarão o desgaste prematuro ou a quebra da ferramenta. A escolha dos soquetes de impacto certos também significa segurança para o operador, rapidez e qualidade no trabalho em questão.

RECEBA O NOSSO CATÁLOGO!

Conheça todas as ferramentas Ifla, solicite o catálogo a seguir. Ele será enviado para o seu e-mail.

IFLA Ferramentas

Desde 1976, a IFLA fabrica e desenvolve ferramentas de alta qualidade. Produz pontas e bits do tipo Allen, Fenda, Philips, Adaptadores, Suporte para pontas, Soquetes e acessórios para as mais variadas marcas de parafusadeiras. Leia mais